CIRRUS VISION JET CERTIFICADO

Dia 30 de outubro próximo passado, a Cirrus Aircraft anunciou que o Cirrus SF50 Vision foi certificado pelo FAA.

 sf50-4-fly-01-ryan-1920x732

 

Dia 30 de outubro próximo passado, a Cirrus Aircraft anunciou que o Cirrus SF50 Vision foi certificado pelo FAA.
As primeiras unidades devem ser entregues aos clientes já em dezembro próximo. Concomitantemente a Cirrus trabalha para que antecipadamente a primeira entrega no Brasil, prevista para o segundo semestre de 2017, a ANAC já tenha reconhecido a certificação do FAA.

O Vision tornou-se o primeiro jato monomotor civil certificado no mundo e assim passa a oferecer aos clientes de mais de 6.500 aeronaves Cirrus já entregues, a oportunidade de progredir para um turbofan pressurizado.

A primeira vez que a Cirrus mencionou sua intenção de construir um jato monomotor, com sete lugares e a cauda em “V” foi em 2007.

Com a recessão de 2008, o projeto teve sua velocidade diminuída enquanto o mercado via o desaparecimento sumário de outros projetos concorrentes. Com a aquisição da Cirrus Aircraft pela empresa chinesa CAIGA o projeto tomou novo fôlego e em 2012 já voavam aeronaves experimentais executando os voos de desenvolvimento e testes.

Como os seus irmãos monomotores a pistão, SR20 e SR22, o Vision tem suas partes em fibra de carbono fabricadas na planta de Grand Forks no estado de Dakota do Norte, nos Estados Unidos. A montagem final é realizada em Duluth – Minnesota e a entrega da aeronave, bem como o treinamento dos pilotos serão realizados no Centro de Atendimento ao Cliente Cirrus em Knoxville no estado do Tennessee.

O plano da Cirrus Aircraft é de entregar cinquenta aeronaves no primeiro ano de produção e aumentar esta razão paulatinamente para atender o mais rápido possível os quase 600 clientes que já estão na fila de espera.

 

interior-jet-1920x732

 

No Brasil estão 10% das encomendas e o primeiro SF50 Vision deve chegar por aqui no segundo semestre de 2017.

O Vision está certificado para o voo de cruzeiro a 28.000 pés (8.500 mts) com uma velocidade máxima de 550 km/hora com um alcance de 1.850 km + reserva. Uma turbina Willians de 1.800 libras de empuxo será a motorização cujo gerenciamento desde a partida até o corte será feita pelo sistema FADEC, totalmente digital. A cabine do Vision comporta 7 pessoas, sendo 5 adultos confortavelmente acomodados em poltronas e mais dois pequenos assentos na parte traseira da cabine. No painel a tecnologia mais avançada da Garmin International chamado de Perspective Touch com duas telas de 16 polegadas e 3 telas de comando de 5 polegadas cada. Similar a tecnologia instalada hoje no SR20 e SR22, o painel do Vision acomodará inúmeras páginas onde o piloto poderá monitorar todos os sistemas da aeronave com inúmeras configurações das informações vitais ao voo. Tudo será gerenciado com pequenos toques dos dedos nas telas “touch” de 5 polegadas. Padrão em todas as aeronaves Cirrus, o Vision também terá como equipamento standard o CAPS – Sistema de Paraquedas Cirrus. Isso adiciona mais um pioneirismo a Cirrus Aircraft, o primeiro jato do mundo com paraquedas balístico.

 

Na cerimônia em que foi anunciada a certificação do Vision o co-fundador e CEO da Cirrus, Dale Klapmeier afirmou: “ Nós estamos mudando a forma de viver das pessoas” e Pat Waddick, presidente de Inovações e Operações da Cirrus complementou: “ mudando suas vidas para sempre”.